B-Training, Consulting

Certificação DGERT e a tutoria ativa na formação e-learning

27 de maio de 2022

Um dos requisitos previstos pelo Sistema de Certificação de Entidades Formadoras, regulado pela DGERT, para a formação e-learning, é a definição do modelo de tutoria, o qual se cruza diretamente com o modelo pedagógico selecionado.

A formação e-learning pode ser estruturada tendo por base os seguintes modelos pedagógicos:

A formação colaborativa trata-se de um modelo pedagógico centrado no formando, em que a formação é muito centrada na relação formando-formador ou formando-formando como fonte de aprendizagem, apelando à existência de uma tutoria humana ativa para acompanhamento e controlo da progressão das aprendizagens. Este é o modelo mais ajustado para a formação em grupo.

Já a autoformação é um modelo centrado no conteúdo, ou seja, centrado nos recursos disponibilizados como fonte de aprendizagem. Este é o modelo pedagógico mais ajustado à formação individual, ou seja, ao desenvolvimento de percursos individuais de formação. Nesta lógica, a tutoria humana pode surgir como suporte complementar, configurando a lógica de tutoria reativa. Neste caso, exige-se uma aposta muito grande na interatividade com os conteúdos, ou seja, os próprios conteúdos têm que ser desenhados e produzidos de forma a motivarem e orientarem o formando no processo de aprendizagem.

A B-Training, Consulting, enquanto especialista em Consultoria E-Learning, propõe as soluções mais adequadas de parametrização de plataformas de aprendizagem às entidades formadoras, para ambos os modelos pedagógicos e de tutoria, cumprindo os requisitos de Certificação pela DGERT a este respeito.

Scroll to Top