Potencial humano

Certificação de Entidades Formadoras pela DGERT

Inovação

B-Training Consulting

Competências-chave

Valor acrescentado

Motivação

Alinhamento Estratégico

Aprendizagem

Formação experiencial

Novidade

Se a vida lhe der limões não faça uma limonada!

Entra na cozinha e as cores vivas dos citrinos, na fruteira, chamam a sua atenção. Aproxima-se e olha o amarelo do limão.

Pega num, de casca rugosa e dura e leva-o até à banca, onde com uma faca o corta em dois.

Primeiro a casca amarela, depois a branca subjacente e logo os gomos de limão que já jorram sumo.

Tem agora as mãos molhadas de sumo e sente o cheiro tão intenso e agradável, daquilo que será em breve uma limonada, pensa.

Espreme o limão para um copo, junta água fresca, um pouco de açúcar e mexe.

Com o líquido meio turvo e ainda em remoinho, leva o copo à boca... como é o sabor?

Sem que esta cena seja real, já se viu a si mesmo a pegar no limão, a cortá-lo ao meio, já sentiu provavelmente o seu aroma e um aumento de saliva na sua boca ao visualizar a limonada.

O empowerment associado à nossa mente é exatamente este facto maravilhoso de que ela não distingue aquilo que é real do que é imaginado.

Assim é com as nossas crenças de base e com aquelas automáticas, baseadas em associações de estímulos nem sempre corretos, que nos fazem ter medo / ansiedade de uma situação sem ainda a ter vivido, sem poder adivinhar os seus contornos, sofrendo por antecipação. Não vou falar em público porque fico nervoso, não vou dar a minha opinião porque sinto ansiedade, não vou investir na minha carreira porque não vou ser capaz no final.

Não obstante a mente não filtrar o que é real do que não é, pode ser programada para o sucesso. Se no seu diálogo interno, visualizar a situação, a detalhe, como uma situação de onde sairá vencedor, uma e outra vez, até ser capaz de mudar a avaliação que associa a determinado estímulo, será capaz de mudar a sua prestação. Porque nós somos o que pensamos.

Eu quero ser promovido. Vou instruir-me e trabalhar nesse sentido. E todos os dias pela manhã, com o meu blaser escuro e as minhas calças de ganga, vou entrar no corredor da empresa, de cabeça levantada a cumprimentar, olhos nos olhos, as pessoas com quem me cruzar. E vou fazer este caminho, a respirar, sentindo-me calmo e confiante, feliz por estar ali, preparado pois fiz bem o meu trabalho. E vou entrar na sala, com o meu blaser escuro e as minhas calças de ganga, calmo, confiante, feliz, vou preparar a apresentação e vou dar os bons dias ao grupo que está na reunião. E o grupo vai olhar para mim com simpatia e curiosidade, enquanto eu explico o que serão os meus objetivos. E a minha voz vai ser uma voz firme que transmite segurança... E isto é diferente de dizer a mim mesmo "vou entrar e não vou ficar nervoso", "vou falar e a minha voz não vai tremer". A nossa mente não reconhece negativos.

Não pense em limões!

Pensou? Acredito que sim.

Quando diz a si mesmo para não pensar, não agir, não sentir de determinada forma, está a dar mais força ao que não deseja que aconteça.

Desportistas de topo têm esta lição bem sabida. Eles não pensam em não colocar a bola fora das quatro linhas. Eles geram pensamentos sobre marcar golos, sobre defender. Eles traçam objetivos e acreditam verdadeiramente neles.

Você também pode modelar-se na excelência. Pode visualizá-la e acreditar nela, aumentando consideravelmente as chances de se tornar real.

Somos aquilo em que pensamos. Sentimos aquilo em que pensamos. Comportamo-nos de acordo com aquilo que pensamos.

Já pensou o impacto de investir na sua vida pessoal? No seu local de trabalho?

Não hesite... faça de 2018 o ano de realização das suas metas! Toda a equipa da B-Training, Consulting está deste lado para o ajudar a fazer este caminho!

Histórico de Novidades


Pesquisa Pesquisa

A carregar

Mais informações Mais informações

Veja a nossa Oferta Formativa

Subscreva a nossa Newsletter

Contactos B-Training

Copyright 2009 by B-Training